terça-feira, 23 de fevereiro de 2010


Se eu pudesse enganar a mim mesma, eu me diria pra deixar de tentar fazer as coisas que eu acho certas. Se eu pudesse parar de respirar por um minuto, era com alguém que eu queria estar. Se eu pudesse dar minha vida por alguém, era pra alguém que eu amasse muito. De certas coisas não se pode fugir, não se pode esquecer. Como as doces e terriveis lembranças, que parece que estão entranhadas em você, das quais você não consegue se livrar. As pessoas são como canções. Algumas são boas e não ligamos pra elas, outras são sem conteudo e refrão, mas damos valor a elas. Algumas são feitas especialmente pra gente, e outras marcam nossa vida pra sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário